segunda-feira, 28 de março de 2016

Entrevista: "Nos adaptamos à realidade econômica", diz presidente do Sistema Fecomércio-PE

Hoje, aos 79 anos (fará 80 no dia 31 de agosto) e com muita "lenha para queimar", o advogado, professor e empresário Josias Albuquerque permanece atento às mudanças na sociedade e disposto a continuar dando a sua contribuição.

A veia empreendedora do professor Josias Albuquerque, como é conhecido no universo econômico e social de Pernambuco, não tardou a surgir. Começou ainda na adolescência, quando dos 13 aos 16 anos ele desenvolvia projetos de móveis hospitalares para a Metalúrgica Recife.

Logo em seguida, o então técnico assumiu o controle de qualidade e produção de serralharia mecânica na mesma companhia, seu primeiro emprego formal. Aos 19 anos, disputou uma das vagas no concurso para a Escola de Oficiais da Marinha do Brasil, mas, enquanto aguardava a convocação após a aprovação, foi convidado pelo governo de Pernambuco para coordenar a instalação de 20 escolas artesanais no estado.

Missão cumprida, aos 21 anos foi nomeado diretor da Escola Artesanal, em Floresta, no Sertão pernambucano, e professor de matemática e desenho geométrico da Escola Normal, na mesma cidade. Hoje, aos 79 anos (fará 80 no dia 31 de agosto) e com muita “lenha para queimar”, como ele diz, o advogado, professor e empresário permanece atento às mudanças na sociedade e disposto a continuar dando a sua contribuição.

Nesta entrevista ao Diario, em comemoração aos 70 anos da implantação do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial em Pernambuco (Senac-PE), o presidente do Sistema Fecomércio/Senac/Sesc/Sebrae-PE fala sobre a instituição, conquistas, os desafios para 2016 e o enfrentamento da crise econômica.
DiariodePernambuco

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-