sexta-feira, 18 de março de 2016

Com obras paradas desde 2012: Estado entrega novo edital do presídio de Itaquitinga ao TCE de Pernambuco

A conselheira Teresa Duere recebeu no TCE nesta quinta-feira (17), para uma reunião sobre o Centro de Ressocialização de Itaquitinga, o interventor da obra, Renato Thièbaut, o secretário Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos) e o procurador geral do Estado, César Caúla. Eles lhe entregaram a minuta do edital de licitação que será publicado pelo Governo de Pernambuco para a contratação da empresa de engenharia que irá concluir um pavilhão e uma área comum, que se encontram inacabados, orçados em R$ 16 milhões.

O Centro Integrado de Ressocialização estava sendo construído por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada). No entanto, o consórcio que venceu a licitação – Reintegra Brasil – executou apenas 60% das obras, alegou incapacidade para concluí-la e deixou-a inacabada. Como o contrato, que estava orçado em R$ 1,9 bilhão, caducou na última quarta-feira (15), o Governo do Estado fará uma nova licitação para a retomada do serviço.

AUDITORIA - O TCE acompanha a obra por meio de uma auditoria especial, cuja relatora é a conselheira. Ela já fez várias recomendações ao Governo do Estado, das quais uma já foi cumprida: a suspensão do contrato. Além disso, solicitou ao interventor Renato Thièbaut a documentação referente às obras que não foram concluídas para fins de apuração do dano eventualmente causado ao erário.

Quanto à minuta do edital recebida nesta quinta-feira, ela prometeu solicitar ao Núcleo de Engenharia que o examine o mais rapidamente possível devido à relevância da obra para o Estado de Pernambuco.

Gerência de Jornalismo (GEJO) / Ministério Público de Contas de Pernambuco

1 Comentários:

Anônimo disse...

E o dinheiro dos funcionarios que estão pendentes sabe informar quando vão resolver??

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-