terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Goiana: Vereadores podem aprovar contas de Fred Gadelha nesta terça-feira (16)


Nesta terça-feira (16) à noite, durante a sessão da Câmara Municipal, os vereadores irão decidir pela aprovação ou rejeição das contas do prefeito de Goiana, Fred Gadelha (PTB), referentes ao exercício financeiro do ano de 2013.

A oposição não esconde a intenção de reprovar as contas de Fred. No entanto, terá uma dura missão pela frente. Como é minoria na Câmara, para obter êxito será necessário conquistar ao menos três votos da base governista.

Uma fonte do Blog do Felipe Andrade garante que pelo menos dois vereadores da base aliada cogitam, em caso de pressão popular pela rejeição das contas, a possibilidade de votar contra o governo.

No entanto, a recomendação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco é de que as contas sejam aprovadas com ressalvas, o que facilita e muito a argumentação dos aliados do governo municipal.

Para que as contas sejam reprovadas é necessário que 2/3 dos vereadores votem pela rejeição, ou seja, 10 vereadores. A oposição hoje conta com 7 parlamentares.

BlogdoFelipeAndrade

1 Comentários:

Cidadão Goianense disse...

A NEGOCIATA JÁ COMEÇOU LOGO QUE O PREFEITO TOMOU CONHECIMENTO. JÁ ROLOU GRATIFICAÇÕES(PROPINAS ) PARA VÁRIOS VEREADORES, SABEMOS QUEM SÃO MAIS VAMOS ESPERAR PELA VOTAÇÃO POIS AS APOSTAS ESTÁ CORRENDO SOLTA EM GOIANA PARA SABER QUEM DE FATOS SÃO OS VEREADORES CORRUPTOS. O QUE MAS VAI CHAMAR ATENÇÃO DOS ELEITORADOS É A ESPOSA DO CANDIDATO A VICE-PREFEITO COM EDVAL SOARES É A VEREADORA ANA DE MARCÍLIO VOTAR NA APROVAÇÃO (CONFIRMADA) JÁ QUE TODOS OS GOIANENSE SABE QUE O PREFEITO FRED GADELHA VÊM GRATIFICANDO VÁRIOS VEREADORES QUE SERÃO DESMASCARADO HOJE. BOA SORTE GOIANENSES VOCÊS REALMENTE MERECEM O PREFEITO E ALGUNS VEREADORES DESSA QUALIDADE

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-