sábado, 5 de dezembro de 2015

Goianense: Doca - 100 anos de nascimento

Em 05 de dezembro de 1915, nascia o filho de goiana, Theophilo Rodolpho Dias Neves, conhecido popularmente por "Doca". Projetista, Doca trabalhava confeccionando plantas de casas e memoriais descritivos, sendo esta sua última profissão. Doca também atuou como Secretário de Viação e Obras Públicas de Goiana, durante a gestão do ex-prefeito Waldemar Lopes de Lima, em 1973, como também gerente do antigo Cine Rex, hoje o Cine Teatro Polytheama. No entanto, o seu maior talento estava em suas mãos, e que com maestria, criava e modelava personagens a partir do barro.

Artesão de um olhar apurado e de uma técnica rica em detalhes nas suas obras. Seus bonecos de barro atravesaram fronteiras chegando, inclusive, a serem comercializados para clientes de todo o Brasil e do exterior.

No final da década de 90, mais precisamente no ano de 1989, já aos 73 anos, Doca nos deixou, porém, sua presença e suas artes no barro não foram esquecidas.

Essa é uma breve homenagem pela passagem do centenário de seu nascimento, nos fazendo voltar ao passado e reviver com saudosismo a sua presença entre nós.

Com informações e saudades de: Theophilo Filho (Filho), Elza Mendonça Neves (esposa), Stefanes de Mendonça Neves (Filho), Rosa Alice de Mendonça Neves (filha) e netos.

3 Comentários:

Unknown disse...

THEOPHILO FILHO: TODO O AGRADECIMENTO A ANDERSON PEREIRA PELO ESPAÇO DESTINADO A ESTA HOMENAGEM .

forró plugado disse...

Anderson Pereira vez só o dever dele que é de divulgar!!!

Unknown disse...

Belas palavras de minha prima Maria: A homenagem foi bonita, mas faço uma consideração ao Blog do Anderson Pereira. Meu avô, que carinhosamente, eu chamava de Dodô, tinha outros filhos, inclusive, minha mãe: Rizaly Maria Costa Neves Menezes - sua primogênita e Risélia Maria Neves Correia ( Risélia Correia). Sem falar nos netos: Gilzaly Menezes, Gilvan Júnior, Glauco Antônio, Gláucio Menezes, Glauceane Correia Glaucilene Correia e Glauce Correia
Um passado não pode ser apagado, principalmente, quando sabemos os laços que construímos. Viva os 100!

Não esquecendo os bisnetos também.... Gilvan Neto, Benito Menezes, Eduardo Menezes, Ilza Priscila Menezes, Luísa, Letícia e Laís

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-