segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Promovido pelo Sinsepumg e Amacs: Servidores públicos protestam contra o prefeito Fred Gadelha em Goiana


Revoltados após a Prefeitura Municipal de Goiana negar um aumento salarial de 10%, centenas de servidores foram protestar contra o prefeito Fred Gadelha nas principais ruas da cidade, na manhã da última quinta-feira (1).

O protesto foi organizado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Goiana (Sinsepumg) e pela Associação Municipal de Agentes Comunitários de Saúde (Amacs). Por volta das 9h00 foi realizada uma assembleia geral, no Millenium Buffet, na Avenida Nunes Machado (Rua da Baixinha). De forma breve, a grande maioria decidiu ir às ruas para protestar. Logo em seguida o protesto já avançava pelas principais ruas do centro de Goiana. Vários servidores usaram nariz de palhaço e apitos. No roteiro do protesto estiveram três prédios públicos, a sede da Prefeitura, a Secretaria de Obras e a Câmara Municipal.

Durante a caminhada, uma das integrantes da diretoria colegiada do Sinsepumg, Ceça Aranha, fez duras críticas ao prefeito Fred Gadelha, pela falta de compromisso e responsabilidade.

Ao finalizar a sessão ordinária na Câmara de Goiana, os vereadores Olga Sena, Eduardo Batista, Arnaldo Compensado, Renato Sandré e Beto Gadelha também apoiaram o protesto dos servidores.

Com informações do BlogdoFelipeAndrade





















































3 Comentários:

Unknown disse...

Até q enfim como a frase diz q os filhos teus não foge a luta. Lutam pelos seus direitos. Parabéns povo de goiana.

Karol Lopes disse...

Até q enfim como a frase diz q os filhos teus não foge a luta. Lutam pelos seus direitos. Parabéns povo de goiana.

Cidadão Goianense disse...

PARABENIZAR AOS VEREADORES ARNALDO COMPENSADO, BETO GADELHA, EDUARDO BATISTA,OLGA SENA E RENATO SANDRE PELA CORAGEM DE IR A PRAÇA PUBLICA E REIVINDICAR AO PREFEITO O DIREITO QUE OS FUNCIONÁRIOS CONQUISTARAM

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-