segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Entretenimento: Projeto Cinema Rural Andarilho chega a comunidade do Ubú, em Goiana

Reunir o cinema e a agricultura familiar sustentável é o que pretende o projeto Cinema Rural Andarilho (CRUA), iniciativa do Instituto Cooperação Econômica Internacional (ICEI Brasil) com o patrocínio do Banco do Nordeste e incentivo do Ministério da Cultura, Governo Federal. O objetivo é promover a qualidade de vida da população rural por meio do acesso à cultura em atividades itinerantes. A ação contará com mostras de filmes, debates em caráter cineclubista e um seminário sobre agroecologia; no período de 31 de outubro a 19 de novembro deste ano, em comunidades da zona da mata norte pernambucana e do sertão paraibano.

As atividades serão gratuitas e acontecerão em três etapas: entre 31 de outubro e dois de novembro, no assentamento Ubú, na zona rural do município de Goiana, em Pernambuco. Em seguida, de 13 a 15 de novembro, na comunidade Angélica, zona rural da cidade de Aparecida, na Paraíba. O encerramento será no Centro Cultural Banco do Nordeste em Sousa, no sertão paraibano, de 17 a 19 de novembro, onde acontecerá além da mostra de cinema, um seminário sobre agroecologia em parceria com o Instituto Federal da Paraíba (IFPB).
Para as sessões de cinema estão previstos curtas e longas-metragens que busquem discutir temas como agricultura familiar agroecológica e conscientização ambiental. Após a exibição dos filmes, um bate papo cineclubista mediado por representantes do CRUA. Confira abaixo a lista dos filmes selecionados sob a curadoria do produtor cultural Marcelo dos Santos.

O seminário seguirá a mesma linha temática da mostra cinematográfica, porém, dará ênfase às práticas agroecológicas de manejo sustentáveis. Ou seja, a ideia é facilitar um diálogo de aproximação com a juventude rural para restabelecer as relações harmônicas entre o homem e seu espaço natural, minimizando o impacto das atividades agrícolas no ambiente e ampliando os benefícios da agricultura para além do espaço rural.
A expectativa é que o projeto fortaleça a identidade cultural e histórica comum das localidades atendidas, a fim de criar um ambiente de sociabilidade e formação do olhar crítico. Para isso o cinema foi a ferramenta lúdica escolhida, favorecendo assim a uma abordagem múltipla, que inclua desde a dimensão ecológica, econômica, social, geográfica, até cultural.

Sobre o ICEI Brasil – Organização não governamental que visa estimular o desenvolvimento humano sustentável e a promoção da inclusão com equidade. Em atuação no Brasil desde 2003. Atualmente possui sede em Olinda, Pernambuco, e é dirigida pelo pesquisador e fotógrafo social Diego Di Niglio.

SERVIÇO
Mostra CRUA
Dias 31/10, 01 e 02/11, Assentamento Ubú, Goiana-PE, ao ar livre.
Dias 13 a 15/11, Comunidade Angélica, Aparecida-PB, ao ar livre.
Dias 17 a 19/11, Centro Cultural BNB, Sousa-PB.
Horário: 19h
Classificação indicativa: livre
Aberto a todos os públicos.

Seminário Agroecologia
Dias 17 a 19/11, IFPB e Centro Cultural BNB, Sousa-PB. (Manhã e tarde)
Público-alvo: alunos do IFPB e agricultores da região.

Todas as atividades serão gratuitas.
PROGRAMAÇÃO MOSTRA CRUA

GOIANA (PE)
Local: Assentamento Ubú, 19h.

Dia 31/10
Salu e o Cavalo Marinho (Dir. Cecília da Fonte, 2014, 13 min. PE);
Zé Mateu (Dir. Vilmar Gomes e André Pina, 2013, 7 min. PE);
A Galinha que Burlou o Sistema (Dir. Quico Meirelles, 2012, 15 min. SP);
O Plantador de Quiabos (Dir. Coletivo Santa Madeira, 2010, 15 min. SP).

Dia 01/11
O que se Memora (Dir. Caio Dornelas e Ernesto Rodrigues, 2014, 10 min. PE);
Olhos de Botão (Dir. Marlom Meirelles, 2014, 18 min. PE);
Antoninha (Dir. Laércio Filho, 2011, 20 min. PB);
Ameaçados (Dir. Júlia Mariano, 2014, 22 min. PA).

* Sessão especial – Nuvens de Veneno (Dir. Beto Novaes, 2013, 23 min. SP)
Local: Associação dos Produtores Rurais do Assentamento Ubú (APRAU), 9h30.

Dia 02/11
Brasil S/A (Dir. Marcelo Pedroso, 2014, 72 min. PE)

APARECIDA (PB)
Local: Comunidade Angélica, 19h.

Dia 13/11
Dia Estrelado (Dir. Nara Normande, 2011, 17 min. PE)
João Heleno dos Brito (Dir. Neco Tabosa, 2014, 20min. PE)
Maria Macaca (Dir. Lázaro Ribeiro, 2014, 15 min. GO)
Malha (Dir. Paulo Roberto, 2013, 14 min. PB)

Dia 14/11
Profetas da Chuva e da Esperança (Dir. Márcia Paraíso, 2007, 15min. CE);
O Som do Tempo (Dir. Petrus Cariry, 2010, 10 min. CE);
Capela (Dir. Ramon Batista, 2014, 11 min. PB);
As Sementes (Dir. Beto Novaes, 2014, 30 min. SP).

Dia 15/11
Os Pobres Diabos (Dir. Rosemberg Cariry, 2013, 98 min. CE).

SOUSA (PB)
Local: Centro Cultural Banco do Nordeste, 19h.

Dia 17/11
Ventos de Agosto (Dir. Gabriel Mascaro, 2014, 75 min. PE).

Dia 18/11
O Gigantesco Ímã (Dir. Petrônio Lorena e Tiago Scorza, 2015, 72 min. PE).

Dia 19/11
A História da Eternidade (Dir. Camilo Cavalcante, 2014, 120 min. PE).

Assessoria

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-