sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Economia: Fábrica de cimento no Litoral Sul da PB vai gerar 250 empregos diretos

Grupo investiu mais de R$ 700 milhões na fábrica, que fica em Pitimbu. Polo Cimenteiro já conta com quatro unidades e deve ganhar mais duas.

Com um investimento superior a R$ 700 milhões, o Grupo Ricardo Brennand iniciou as atividades de mais uma fábrica de cimento, que passa a operar na Paraíba. A fábrica instalada no município de Pitimbu, que fica no Litoral Sul, a 70 quilômetros de João Pessoa, vai gerar 250 empregos diretos e mais 800 indiretos. A produção estimada de 1,5 milhão de toneladas de cimento por ano servirá para atender a demanda dos nove estados do Nordeste.

Com a implantação da nova unidade no Polo Cimenteiro, a Paraíba passa a contar com quatro fábricas de cimento em funcionamento. Além da Brennand, estão instaladas outras três fábricas em João Pessoa, Caaporã e Alhandra. Outras duas empresas estão em processo de implantação no estado, sendo uma em Caaporã e outra no Conde.

A consolidação do polo fará com que a Paraíba alcance a capacidade produtiva de 9 milhões de toneladas por ano, tornando-se o segundo maior produtor de cimento do país. De acordo com dados do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (Snic), em 2014 a produção de cimento na Paraíba chegou a marca de 3 milhões de toneladas.

"O Nordeste é um mercado que cresce acima da média nacional e essa fábrica foi construída para suprir essa demanda. A Paraíba está geograficamente no centro do Nordeste, o que é interessante para a logística", disse o presidente da empresa, José Eduardo Ramos.

Para a presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Tatiana Domiciano, a consolidação do Polo Cimenteiro representa um passo importante para o desenvolvimento econômico do Litoral Sula da Paraíba.

"As fábricas de cimento hoje empregam mais de 2,5 mil pessoas na Capital e Zona da Mata Sul, proporcionando oferta de trabalho em áreas com carência de melhores oportunidades de emprego e qualificação profissional", destacou.

G1

1 Comentários:

Unknown disse...

as vaga de emprego escreve a onde

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-