domingo, 2 de agosto de 2015

Goiana: Internautas denunciam falta de remédios e problemas estruturais em PSF

Internautas do Blog do Anderson Pereira e da GoianaTV denunciaram na última semana a falta de medicamentos e alguns problemas estruturais na Unidade Básica de Saúde (antigo Posto de Saúde da Família -PSF) do Barro Vermelho, localizado na Rua dos Oitis, no centro do município de Goiana.

Nossa equipe esteve no local e constatou inúmeras infiltrações nas salas de atendimento da Unidade. Com a estrutura úmida, o mofo vem tomando conta das paredes e o forte odor acusa o problema, que pode causar ou até mesmo agravar problemas respiratórios e até internações hospitalares.

Segundo os internautas, desde o início das chuvas, no mês de junho, a Unidade além de ter o odor proveniente do mofo, também se tornou um ambiente propício a doenças respiratórias e alergias, tanto para os pacientes quanto para os funcionários.

Os moradores também denunciaram que falta medicamentos no PSF, a exemplo de um importante remédio, o captopril, para tratamento de hipertensão arterial.

O Coordenador de Manutenção, Marcos Leal, afirmou que esses e outros problemas (conforme imagem abaixo) foram enviados para a Secretaria de Saúde e que em breve a questão seria solucionada.

No local, ainda recebemos a denúncia de uma profissional de saúde - que preferiu não se identificar, com medo de represálias -, informando que os valores do PMAQ (Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica) não estão sendo repassados para os profissionais da Unidade do Barro Vermelho.

Ainda segundo a profissional, o PMAQ tem como objetivo incentivar os gestores a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) por meio das equipes de Atenção Básica à Saúde. A meta é garantir um padrão de qualidade por meio de um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde. Com isso, o programa eleva os recursos do incentivo federal para os municípios participantes, que atingirem melhora no padrão de qualidade no atendimento, contudo, os valores estariam sendo repassados para a Prefeitura de Goiana, que por sua vez, não estaria pagando a quantia para os profissionais de saúde.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-