sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Goiana: Após polêmica sobre filho escavando sepultura de mãe, cemitério do Ubu continua entregue às baratas

Internautas do Blog do Anderson Pereira denunciaram o descaso no cemitério público na zona rural do município de Goiana, na Mata Norte de Pernambuco. Segundo os denunciantes, o cemitério da comunidade do Engenho Ubu, localizado próximo da Rodovia BR-101, está repleto de mato e vive completamente entregue às baratas. O local atualmente está mais parecendo com uma floresta. A falta de cuidados no cemitério vem provocando revolta na população, que teve que realizar mais um enterro em meio ao abandono e do mato.

Recentemente o mesmo cemitério foi alvo de uma polêmica em rede nacional, onde um filho teve que escavar a sepultura da própria mãe, pois o coveiro não havia aparecido. Os filhos procuraram as autoridades responsáveis para que os coveiros realizassem o serviço, porém ninguém foi ao cemitério. Alguns membros da família ainda tentaram ligar para o coveiro e para o prefeito Fred Gadelha, porém, segundo eles, ninguém atendia. O assunto foi pauta de inúmeros veículos de comunicação, através da tv, rádio e internet.

Os problemas não são exclusivos da zona rural de Goiana, confira abaixo as últimas matérias veiculadas pelo Blog sobre as denúncias envolvendo lixo, mato e abandono nos cemitérios da cidade.

Filho é obrigado a cavar sepultura de mãe por falta de coveiro no Engenho Ubu, em Goiana

Moradores do Engenho Ubu denunciam abandono no Cemitério Público

Familiares realizam sepultamento em meio ao lixo no Cemitério de Goiana

Em Goiana, lixo e entulhos tomam conta do cemitério público

Lixo e entulhos tomam conta do cemitério de Goiana. Internauta ainda denuncia suposta venda ilegal de covas

Sem coveiro, parentes fazem enterro de idoso

Outras denúncias e flagrantes poderão ser enviados para o whatsApp do Blog através do número: (81) 9-9292-6725.

1 Comentários:

gevaldo alves da cruz alves disse...

é né, ultimamente o irmâozinho não está ligando ném para os vivos quanto mais os que se foram.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-