sexta-feira, 3 de julho de 2015

Cultura: Goiana presente na Fenearte 2015

Teve início, na tarde desta quinta (2), no Pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, a 16ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato-Fenearte 2015, a maior feira de artesanato da América Latina, que vai até o próximo dia 12/07 e tem a expectativa de visitação de cerca de 320 mil pessoas, além de movimentar R$ 40 milhões em negócios, repetindo os números do ano passado. Este ano o tema da feira é O Encontro do Barro com a Lírica do Sertão, que homenageia ao Mestre Nuca e ao Louro do Pajeú.

O evento reúne 5.000 artesãos de cidades de todas as regiões de Pernambuco, de todos os estados brasileiros e de 51 países de todos os continentes, incluindo, claro, os artesãos goianenses, que se encontram em estandes da Prefeitura e da Associação da União dos Artesãos de Goiana-Auag, bem como participando do XI Salão de Arte Popular Ana Holanda (saudosa artesã, nascida em Goiana e idealizadora da Fenearte), evento integrante que consta de concurso, seleção, premiação, exposição e comercialização de obras de arte popular.

Como um dos principais municípios produtores de artesanato em cerâmica e trançado de fibras, estão representando Goiana nos referidos estandes todos os artesãos habilitados no edital lançado pela Prefeitura, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Artístico-Cultural, para a Fenearte 2015.

Já no Salão Ana Holanda participam e concorrem os mestres Adilson Vitorino, Luiz Gonzaga, Edvaldo Manoel, João Galdino, Lázaro e Edilson Oliveira. Além destes, participam em estandes próprios artesãos da Cestaria Canabrava e os Irmãos Luna, de Ponta de Pedras, bem como as Quilombolas de São Lourenço, artesãs daquela povoação de Goiana que produzem moda através de belos colares feitos à base de linhas coloridas e conchas de marisco. Num destaque à parte, as Quilombolas estarão mostrando seus produtos em desfile, na Passarela Fenearte, no sábado (04/07), às 19h.

Em outro espaço da Fenearte, na Galeria dos Homenageados, situada no mezanino, dentre vários dos Patrimônios Vivos de Pernambuco, a exemplo do Mestre Nuca, um dos homenageados é o grande artesão goianense Zé do Carmo. Portanto, presença pura e viva de Goiana com os seus grandes artesãos e total apoio da Prefeitura da cidade e empenho da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Artístico-Cultural.

A Fenearte está aberta das 14h às 22h (de segunda a sexta-feira), com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia); e das 10h às 22h (sábado e domingo), custando R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). A meia-entrada é destinada para estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos.

Goiana está expondo na Rua 05, estande E, enquanto o estande da Auag se encontra na Rua 11, no número 147.

Assessoria

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-