sexta-feira, 12 de junho de 2015

Goiana: Devido ao excesso de mato e lixo, comunidade realiza mutirão de limpeza em Tejucupapo

A limpeza era necessária para que as águas do rio voltassem a correr

Cerca de 70 pessoas da Comunidade de Tejucupapo, localizada no município de Goiana, na Mata Norte de Pernambuco, realizaram um mutirão de limpeza em um dos tributários do rio Goiana. A ideia da iniciativa, realizada em 24 de maio, partiu da própria comunidade, que faz parte da Reserva Extrativista (Resex) Acaú-Goiana – unidade de conservação federal administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) localizada na Paraíba e Pernambuco - por meio da conselheira e comunitária Amara Muniz Cardoso.

De acordo com a conselheira da Resex, a limpeza era necessária para que as águas do rio voltassem a correr - devido ao excesso de mato e lixo - , beneficiando assim toda a comunidade que vive em seu entorno. "Nós enfrentamos um problema de falta de água muito sério e por isso o rio é tão importante para nossa comunidade. Só que o mato cresceu demais, além do lixo, impedindo o curso das águas, então decidimos fazer alguma coisa para resolver isso", explicou Amara.

Homens, mulheres, idosos e crianças participaram da atividade que culminou em uma grande festa de confraternização. Amara Muniz e outras pessoas da comunidade também arregaçaram as mangas para promover um grande almoço oferecido a todos os participantes. "Fomos de porta em porta pedindo contribuições como um quilo de feijão, um quilo de arroz e tudo que pudesse nos ser doado para fazer o almoço que foi servido à beira do rio, como forma de agradecimento por todo trabalho, em uma grande festa", afirmou a comunitária.

O objetivo da comunidade é realizar a limpeza ao longo de pelo menos 1,5 km de rio. Contudo, diante de todo trabalho que encontraram, o mutirão conseguiu percorrer, em um dia, cerca de 1 km. "Estamos nos programando para, em breve, cumprir o resto do percurso que planejamos. Muito lixo e mato foram recolhidos; tanto que precisaremos da ajuda da Prefeitura, nos fornecendo uma caçamba, para retirar tudo de lá. Estamos fazendo a nossa parte e esperamos que eles façam a deles", garantiu Amara.

A analista ambiental da Resex Acaú-Goiana, Marisol Pessanha, que acompanhou o mutirão, destaca o despertar do protagonismo da Comunidade de Tejucupapo. "É importante verificar em ações como esta o fortalecimento comunitário e o despertar da autonomia na idealização e execução das ações de conservação e preservação do meio ambiente, sem a espera apática por iniciativas do poder público. É o despertar dessa consciência que dá autonomia à comunidade", afirmou Marisol.

Comunidade Tejucupapo

A comunidade Tejucupapo é uma das seis comunidades inclusas na Reserva Extrativista Acaú-Goiana. É a segunda maior comunidade da Resex, com cerca de 200 pessoas beneficiadas. A principal atividade econômica de seus moradores é a pesca artesanal, não só de peixes, mas também de sururu, caranguejo, guaiamum, marisco e siri.

Comunicação ICMBio

1 Comentários:

romildo albuquerque Goiana disse...

eles que coloca o lixo do rio ele mesmo tem que tira

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-