sexta-feira, 15 de maio de 2015

Goiana: Por conta de obra paralisada, moradores da Rua Margem da PE promovem protesto


Após inúmeros transtornos provocados pela paralisação de uma obra de saneamento, os moradores da Rua Margem da PE, no bairro da Nova Goiana, em Goiana, promoveram um protesto que bloqueou a Rodovia PE-062, na manhã desta quinta-feira (14). Os populares de posse de cartazes denunciaram o descaso vivido na comunidade, após uma obra ser abandonada pela Prefeitura de Goiana alguns dias depois de iniciá-la. Uma galeria com mais de 50 metros de extensão foi aberta no meio da rua, o que impossibilitou que os moradores pudessem retirar seus veículos das garagens, além de sofrerem com a falta d'água, já que alguns canos foram quebrados, e com o perigo iminente da escavação.

Arnaldo Nascimento é morador e comerciante do local, e alegou estar sofrendo muito com a situação. “Preferia esperar mais um pouco pela conclusão da obra do que passar pelos transtornos de vê-la parada. Trabalho com comércio e estou tendo prejuízo, pois meu carro está preso na garagem, e uso ele diariamente para comercializar o meu produto. Se não tinha condições e competência pra finalizar, deixasse para depois. Eles vêm, fazem buracos, quebram o cano da Compesa das nossas casas e temos que ficar sofrendo por essa falta de responsabilidade com a população. Estamos usando uma porta de madeira como ponte e muitas pessoas já desequilibraram e caíram na lama. A cidade está abandonada. Fazem mais de 30 dias que os serviços foram abandonados pela Prefeitura e nenhum vereador ou o próprio prefeito sequer estiveram aqui. É um descaso com a população. Precisamos fazer esses protestos, se não nada é resolvido”, desabafou.

A secretária de Urbanismo, Obras e Patrimônio Arquitetônico de Goiana, Marlize Mainardes, esteve no protesto e alegou que a máquina responsável pela obra estava quebrada e, por isso, teria sido paralisada. Ela afirmou que o serviço seria retomado nesta sexta (15) e se comprometeu que terminaria o saneamento em 7 dias, ou seja, na quinta-feira (21). Contudo, segundo Arnaldo, até às 11h desta sexta-feira as obras ainda não haviam reiniciado.

Os moradores da Rua Margem da PE disseram que se a obra não for finalizada no período informado novos protestos serão realizados.

Alguns internautas ainda relataram o acúmulo de lixo e a falta de saneamento em outra rua, localizada às margens da PE-062.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-