sexta-feira, 1 de maio de 2015

Cidade Sem Lei: Coordenador do SAMU estaciona veículo em calçada por falta de vagas

A foto de um veículo estacionado na calçada da Secretaria de Educação do município de Goiana foi destaque nas redes sociais nesta semana. Uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton (cor prata e placas NQH-1307/Cabedelo-PB) de propriedade do coordenador médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), João Maximo Malheiros Feliciano, foi flagrada por internautas estacionada em local proibido por falta de vagas de estacionamento. Segundo funcionários da Prefeitura de Goiana, o médico paraibano estacionou o veículo na porta da Secretaria de Educação e entrou na Secretaria de Saúde (que fica no prédio em frente) para conversar com algum funcionário. Momento que vários servidores e motoristas flagraram a situação.

Diante da denúncia, o secretário de Saúde, Rosano Freire Carvalho, afirmou ao Blog do Anderson Pereira que havia entrado em contato com o coordenador do SAMU, mas este teria dito não ser o proprietário da caminhonete. Contudo, em contradição, João Maximo confirmou por telefone que realmente havia estacionado no local proibido, pois não haviam vagas disponíveis nas proximidades da Secretaria de Saúde e, por isso, preferiu colocar a caminhonete ali mesmo, na calçada.

Segundo informações, a Secretaria de Segurança Cidadã, Trânsito e Transportes (Sestrans) tomou conhecimento do fato horas após, quando o veículo não estava mais no local. A multa teria sido supostamente aplicada mesmo assim.

É bem verdade que a dificuldade em encontrar uma vaga no centro da cidade cresce a cada dia, mas nem por isso os motoristas devem usar as calçadas como estacionamento. A cidade das oportunidades também seria a cidade sem lei?

2 Comentários:

kleyton ferreira disse...

Si fosse o meu seria multado e rebocado cadê as autoridades do município

maria nogueira disse...

Eu vou andar com filho pela calçada ou pela pista agora vergonha mesmo viu

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-