domingo, 22 de março de 2015

Goiana: Jovem de 20 anos é preso acusado de vários arrombamentos em Atapuz

Ele foi autuado por porte ilegal de armas e levado ao Cotel. Outros suspeitos são procurados pela Polícia.

Luiz Carlos Pinheiro de Melo, conhecido por "Inho", de 20 anos, foi preso na última quinta-feira (20) acusado de envolvimento em vários arrombamentos na praia de Atapuz, no litoral de Goiana, na Mata Norte de Pernambuco. A prisão ocorreu três dias depois de o NETV 1ª Edição denunciar a violência no local, ao ouvir a queixa de moradores e veranistas. Eles chegam pela praia e assaltam quem está nas casas.

O suspeito é acusado de fazer parte do grupo que praticava os arrombamentos. De acordo com a Polícia Civil, ele foi autuado por porte ilegal de armas e encaminhado ao Centro de Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

O acusado confessou que os arrombamentos eram realizados ao lado de um comparsa, conhecido por "Truta" (foto abaixo), que encontra-se foragido.
"A informação que o Serviço de Inteligência do nosso batalhão teve, em trabalho conjunto com pessoal do Gati [Grupo de Apoio Tático Itinerante, da PM], foi que essa pessoa estava de posse de uma espingarda calibre 12 e um revólver 38 e seria responsável pelos assaltos que acontecem em Atapuz. Eles atravessam o braço de maré que tem lá e vêm para o pontal da Praia do Sossego", disse o sargento Vasconcelos, do 17º Batalhão da Polícia Militar.
Desde a denúncia dos moradores, o comando da PM afirma que traçou uma meta para intensificar as abordagens e operações na parte praieira. "Já concluímos vários inquéritos policiais onde foi vista a autoria de alguns furtos, mas essas pessoas fugiram da localidade. Estamos trabalhando para concluir outros inquéritos para remeter ao Judiciário e prender outras pessoas", disse o delegado de Goiana, Diego Pinheiro.

Outros suspeitos estão sendo procurados pela polícia. Quem tiver informações pode ligar para o Serviço de Inteligência do 17º Batalhão da Polícia Militar, no telefone (81) 3181-3605 ou para a 3ª Companhia de Polícia Militar, através do número (81) 3626-8688. Não é preciso se identificar.
Fonte: TVGlobo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-