sábado, 3 de janeiro de 2015

Parado desde 2012: Obras do Presídio de Itaquitinga serão retomadas até junho, promete Paulo Câmara



Um dos principais calos da gestão do PSB na área de segurança pública, as obras do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga, na Mata Norte, devem ser assumidas pelo Governo de Pernambuco e retomadas até junho deste ano; prometeu o novo governador Paulo Câmara (PSB) na manhã desta sexta-feira (2), em entrevista à Rede Globo.

Com previsão de receber 3.126 presos quando ficasse pronto em 2011, o Presídio de Itaquitinga está com as obras paradas desde 2012. Segundo Paulo Câmara, essa será uma das primeiras missões do secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

“Vamos assumir a obra para que ela seja finalizada”, afirmou Câmara, que já havia prometido pedir a caducidade do contrato com o parceiro privado – a obra seria construída através de uma Parceria Público-Privada (PPP). Em maio do ano passado, já escolhido como candidato, Paulo havia prometido que a unidade prisional seria entregue ainda em 2014 pelo agora ex-governador João Lyra Neto (PSB).

SAÚDE – Ao ser questionado sobre Saúde, o novo governador também prometeu que deve fazer já em 2015 as primeiras das contratações para o setor. Durante a campanha, Paulo Câmara prometeu contratar 1,5 mil médicos e 5 mil profissionais de saúde (CONHEÇA TODAS AS PROMESSAS).

“A partir do momento em que novos equipamentos forem entregues, nós vamos contratar mais. Boa parte disso vai ser por concurso”, explicou nesta sexta.

O socialista também disse que dos investimentos prometidos no setor, o primeiro que deve sair do papel é a retomada do Hospital Regional Mestre Dominguinhos, em Garanhuns, porque ele já possui projeto e só precisa de licitação. Como candidato, ele havia prometido construir três novos hospitais e seis UPAs.

Blog de Jamildo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-