segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Denúncia: Moradores de Goiana reclamam de mau cheiro na água da Compesa

Na foto acima um copo está com água mineral e o outro com água da torneira.

Moradores do Loteamento Braga e dos bairros do Mutirão e Nova Goiana, no município de Goiana, estão reclamando do mau cheiro exalado da água encanada, oferecida pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Segundo a dona de casa Denize Santos, o odor foi percebido desde o dia (19/12), principalmente à noite. “A água está fedendo a esgoto, principalmente após as 18h. Quando a gente abre as torneiras não tem quem aguente, é muita carniça”, reclamou.

Denize afirma que o problema não é somente na casa dela e a insatisfação é geral. "O problema é geral, todo mundo daqui da Nova Goiana, Mutirão e dos Bragas estão reclamando do fedor de esgoto na água. Isso é uma vergonha, enquanto Goiana recebe bilhões de reais em investimentos, a população sofre com o péssimo serviço da Compesa”, disse.

Para a dona de casa, o fato não deixa de ser uma ameaça à saúde dos usuários. “A gente está com medo até de pegar uma doença, sei lá o que tem aí nessa água, eu tenho uma criança de três anos, já comprei água mineral pra dar banho e escovar os dentes dela, porque ninguém sabe o que é isso nessa água”.

4 Comentários:

jessika mello disse...

Um absurdo esta situação.

Lentinho Silva disse...

Isso é mesmo uma VERGONHA! Não podemos continuar vivendo nessas condições, numa cidade esquecida como a nossa. Alem da poeira e das ruas em péssimas condições de tráfego, uma substancia mau cheirosa que eu não arrisco chamar de água vem saindo das torneiras de nossas casas. NÃO SOMOS ANIMAIS! Aliás, eu não usaria nem para dar banho num cachorro. Alguém precisa tomar as providencias.

Nanal Movick disse...

LAstimavel a nossa situação!!!!

maria silva disse...

A cidade vive em total descomprimentos de leis. A lei de crimes ambientais, no que diz respeito a poluição sonora, Goiana é a cidade mais poluída sonóricamente da Marta-Norte, Sul e demais. Carros de som trafegam o dia inteiro com anúncios de lojas nas principais arteria da cidaden num número sem precedentes, e tudo isso nas barbars do Ministério Publico; até trio elétrico tem. À noite, os carros sonorizados em altos decíbeis pertubam o sossego alheio, vindo da área de prostituião e consumo de drogras, Alvorada também sob a barba da polícia militar. E isso é a realidade de Goiana, uma cidade sem lei. A beber água contaminada com coliforme fecais ou sei lá oque é, isto não deve nos surpreender.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-