segunda-feira, 3 de novembro de 2014

FIAT: Renegade é o carro mais importante do Salão

Utilitário da Jeep foi eleito a novidade do evento por profissionais de diversos veículos de comunicação do País

O Jeep Renegade é o modelo mais importante do Salão do Automóvel. O utilitário-esportivo foi eleito por 17 dos 22 profissionais de comunicação consultados, dos quais 14 são integrantes da equipe do Estadão que atuou na cobertura do evento e oito representam outros conceituados veículos do País.

Segundo os “jurados”, as principais razões para a vitória do Renegade, que será fabricado em Goiana (PE) e deve ser lançado no País no primeiro trimestre de 2015, são o fato de o utilitário prometer preço competitivo (cerca de R$ 65 mil) e ter real aptidão para uso no fora de estrada, além de versões com motor a diesel e tração 4x4.

São grandes vantagens ante os rivais do segmento inaugurado e liderado pelo Ford EcoSport. Apesar do visual, esses modelos são baseados em carros de passeio e mais adequados para rodar em vias com piso bom.

“Todo mundo quer ser jipinho, e o Renegade é um Jeep que ‘caberá no bolso’ da maioria. O motor a diesel é o sonho de consumo de muitos”, diz o editor do Jornal do Carro, Tião Oliveira. “O visual é genuinamente jipeiro”, aponta o repórter do Carro Etc (O Globo) Fernando Miragaya. “Ele tem atributos para se tornar uma das novas referências entre os utilitários-esportivos, segmento que mais cresce no Brasil e no mundo”, afirma o editor executivo da Car and Driver, Lucas Litvay.

Esses fatores, bem como o bom acabamento e a ampla lista de equipamentos do Jeep, foram apontados também por Mário Venditti (revista Carro), Carina Mazarotto (produtora Bufalos), Milene Rios (programa Autoesporte) e os repórteres do JC Igor Macário, José Leme e Thiago Lasco.
Outro destaque é a relevância do Renegade para a história da Fiat e da indústria brasileira. “O carro chega em um momento importante para o Nordeste e vai impulsionar a região”, diz o editor do Veículos (A Tarde), Roberto Nunes. “O Renegade marca uma mudança de posição da Fiat no Brasil”, ressalta Cleide Silva, repórter de Economia & Negócios (Estadão). “Ele é o primeiro produto que sinaliza uma nova fase da indústria no País”, diz o editor da Quatro Rodas, Paulo Campo Grande.

O novo modelo é fruto da FCA, empresa formada a partir da união dos grupos Fiat e Chrysler, do qual a Jeep faz parte. Esses aspectos foram ressaltados também por Diego Ortiz, Karina Craveiro e Rafaela Borges, do JC, entre outros.

Segmento em evidência. A categoria do Renegade é o destaque do Salão. Também estão na feira o Chery Tiggo renovado, o Peugeot 2008 e o Honda HR-V, todos confirmados para 2015.

O HR-V foi o segundo na enquete, com votos de Thais Villaça, do JC, e Marcus Gasques, diretor de redação da revista Autoesporte. O Porsche 918 Spyder foi a escolha de Heverton Nascimento (JC). Nosso cinegrafista, Henrique Pinheiro, votou no BMW i8 e o fotógrafo Werther Santana, no Audi TT.

DETALHES

Uma das partes que mais chama atenção no Renegade, e foi citada por vários dos profissionais consultados, é a riqueza de detalhes no acabamento do jipinho. A Jeep espalhou vários "lembretes" pelo carro que remetem à história da marca. As sete barras, característica registrada da Jeep, está nos faróis, lanternas e em peças como as saídas de som no interior e porta objetos. O formato da grade dianteira também está em porta-copos e na moldura do sistema de som, que ainda traz a inscrição "Since 1941".

Estadão

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-