quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Centro Histórico: Apresentado plano de desenvolvimento turístico de Goiana

A Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur/PE), por meio da Unidade Executora Estadual do Prodetur em Pernambuco e a empresa Geosistemas Engenharia e Planejamento, realizou, na manhã desta quarta-feira (29/10), no auditório da Agência de Desenvolvimento de Goiana, uma reunião para apresentação do diagnóstico e proposta de gestão do Plano de Turismo do Centro Histórico do município.

Durante a abertura da reunião, o prefeito Fred Gadelha falou sobre a importância dessa iniciativa e a necessidade de se explorar o potencial turístico de Goiana, que tem um diferencial por conta da sua riqueza cultural. “Eu não conheço cidade que seja mais vocacionada para o turismo que a nossa. Estamos aqui para concretizar um desejo que há tempos é da vontade do povo”.

Priscila Marques, turismóloga responsável pelo projeto, explicou os métodos que foram utilizados para pesquisa e realização do planejamento apresentado aos representantes do tecido cultural, membros dos governos estadual e municipal, da igreja católica, restauradores e integrantes da sociedade civil presentes. Também houve destaque nas propostas para a revitalização da Praça do Carmo, da Igreja de Nossa Senhora dos Homens Pardos e da Praça Rio Branco, no Baldo do Rio, onde há um estudo para utilização da via fluvial como alternativa de passeio que levará os turistas até às praias do município.

Diante da presença de agentes culturais e turísticos, artistas goianenses e autoridades, realizou-se um debate sobre a viabilidade do projeto onde os participantes elencaram suas sugestões e críticas ao projeto que tem por objetivo a revitalização do sítio histórico da cidade, requalificando-o como atrativo turístico. A âncora principal do Plano é a reforma do Paço Municipal Heroínas de Tejucupapo, onde serão integrados o Memorial de Goiana, o Centro de Atendimento ao Turista, espaço de coworking (compartilhamento de espaço e recursos entre pessoas que trabalham não necessariamente na mesma área de atuação), quiosques para comercialização de produtos criativos e palco ao ar livre, o que proporcionará promover a experiência e a construção da Memória Viva, exposições temporárias e o Patrimônio Material e Imaterial de Goiana.

O projeto ainda conta com proposta de intervenção com ações estruturais de valorização do Centro Histórico (associadas às estratégias do Movimento Goiana Criativa), de capacitação e gestão, além de requalificação de vias e praças, implantação de ciclovias e rota temática, bem como restauro e revitalização dos atrativos integrantes das rotas e roteiros.

O Plano de Turismo do Centro Histórico de Goiana é capitaneado pelo Prodetur Nacional, programa financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Governo de Pernambuco e Ministério do Turismo. A Prefeitura de Goiana assumiu compromissos junto ao projeto para realização da proposta. Também será criado um Conselho de Gestão do Turismo, que irá direcionar o Plano.
Assecom-AD Goiana, com informações da Secom Prefeitura de Goiana.

1 Comentários:

demostenes disse...

Que patrimônio? Em ruina? Não cuidaram, agora é tarde.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-