sábado, 23 de fevereiro de 2013

Acidente: Aposentada é atropelada por carreta em Goiana

ATENÇÃO! HAVERÁ A SEGUIR IMAGENS DO LOCAL
AVISO! SÃO CENAS QUE NÃO DEVEM SER VISTAS E NEM COMPARTILHADAS POR MENORES
A aposentada Severina Maria de Souza (56) foi atropelada enquanto tentava atravessar a Rodovia BR-101, na tarde desta sexta-feira (22), no Largo do Alvorada, Km 7, em frente a 3ª Companhia de Polícia Militar, em Goiana, Mata Norte de Pernambuco. Uma carreta Volvo, de cor vermelha, e placas OEV-0847/Santa Cecília-PB, estava parada, aguardando o trânsito de veículos fluir, quando a vítima tentou passar por baixo do veículo. O motorista deu partida e acabou atropelando a mulher. Segundo populares, a aposentada estaria alcoolizada. Severina morava no Loteamento Bom Tempo.

O condutor foi levado à Delegacia de Goiana para prestar depoimento e foi liberado. Ele deve responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a vítima, que era de Chã de Alegria, já era conhecida por estar constantemente alcoolizada.

O corpo que teve a cabeça esmagada e múltiplas fraturas, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), no Recife. O Exército Brasileiro e as Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal estiveram no local.

Moradores revoltados

O moradores do Loteamento Bom Tempo estão revoltados com os problemas causados pelas obras da duplicação da BR-101, realizados pelo Exército. Os reclamantes afirmam que após o início das obras, os proprietários de motocicletas e veículos não estão conseguindo passar para o outro lado da rodovia, sentido centro da cidade, gerando transtornos aos populares. Os pedestres evitam utilizar uma passarela, alegando que o espaço não possui segurança, onde há prostituição, roubos e venda de drogas.

"Enquanto a Prefeitura Municipal, Câmara Municipal e o Exército não solucionam esta questão, os moradores além de serem prejudicados com estes problemas, estão abandonados pelas autoridades, que só aparecem por aqui para pedir votos, e nada fazem", desabafou a moradora Betânia. "Motos e carros sequer entram em nossa comunidade, devido à dificuldade para entrada, pois os carros não dão espaço. Quando realizarmos manifestos ou mais alguém morrer, aí sim fazem algo", finalizou.


ATENÇÃO! HAVERÁ A SEGUIR IMAGENS DO LOCAL
AVISO! SÃO CENAS QUE NÃO DEVEM SER VISTAS E NEM COMPARTILHADAS POR MENORES







 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-